Contato e informações sobre Consulta:

(16) 3913-4758 / 3621-6511 / 99123-2299


Olho Seco

A síndrome do olho seco é provocada por uma deficiência na qualidade ou quantidade de lágrima produzida pelo organismo.
Ao contrário do que muita gente pensa, a Síndrome do Olho Seco é um problema ocular muito comum, mas freqüentemente confundido com outros distúrbios, como infecções ou alergias oculares.
A principal função da lágrima é lubrificar o globo ocular. Com a qualidade e quantidade de sua produção comprometida, as condições de umidade e lubrificação do olho ficam prejudicadas.
As lágrimas constituem um mecanismo natural para proteger a superfície ocular contra as infecções e os efeitos da poeira e outras partículas aéreas. Ajudam a uniformizar a superfície da córnea, permitindo uma visão clara e sem distorções, além de uma sensação de conforto nos olhos.

O filme lacrimal é formado por três camadas:
*Camada externa (ou lipídica): previne a evaporação
*Camada central (ou aquosa): nutre e oxigena a córnea
*Camada interna (ou mucina): umidifica o tecido da córnea

O teste de Schirmer é o mais utilizado para o diagnóstico de olho seco, quando então o oftalmologista pode medir a produção, a taxa de evaporação e a quantidade da lágrima.


Mas o que é Síndrome do Olho Seco?

Alguns fatores causam a diminuição de produção das lágrimas, entre eles:
• os ambientais (clima seco, com vento e sol; poluição; fumaça de cigarro; ar condicionado);
• as doenças sistêmicas (como artrite, lúpus, Parkinson, Síndrome de Sjögren, algumas doenças de pele e alergias);
• a idade (aos 65 anos, por exemplo, o organismo produz 60% menos lágrimas do que aos 18 anos);
• o uso contínuo de medicamentos (como descongestionantes, antialérgicos, antidepressivos, tranqüilizantes, diuréticos e anti-hipertensivos).

Depois de diagnosticado pelo médico, o tratamento da Síndrome consiste na instilação de uma lágrima artificial (colírio) que substitui o filme lacrimal natural. Esta lágrima artificial deve ser fisiologicamente compatível com a superfície ocular, para aliviar os sintomas do distúrbio e repor os componentes da lágrima natural.

Não hesite de conversar com seu médico sempre que tiver dúvidas.


  • Clínica Dr. Marcelo Jordão
  • Galileu Galilei, 1685
  • Ribeirão Preto, SP
  • 14020-620