Contato e informações sobre Consulta:

(16) 3913-4758 / 3621-6511 / 99123-2299


Blefarocálase

A flacidez natural dos tecidos e alguns fatores genéticos e raciais têm papel prepotente no surgimento das alterações no formato das pálpebras e no aparecimento de bolsas de gordura – tanto nas pálpebras inferiores como nas superiores – que podem acarretar a diminuição do campo da visão. O aparecimento das bolsas de gordura é devido à herniação ou protusão de parte da gordura, que normalmente, fica em torno do globo ocular, para fora do seu local. Traumatismos e outras doenças também podem ser importantes no aparecimento dessa deformidade. As medidas de prevenção incluem os cuidados com a textura da pele, evitando ganho e perda excessivos de peso, não fumar e limitar a exposição solar, inclusive utilizando filtros bloqueadores solares.

Diagnóstico
Para solucionar o problema, é necessário passar por uma consulta oftalmológica completa para ver se há a indicação de uma blefaroplastia. A cirurgia é indicada pelo cirurgião plástico ocular – oculoplasta - e busca preservar a simetria dos olhos e sua funcionalidade, preservando e melhorando a visão do paciente.

Uma avaliação clínica e laboratorial pré-operatória é fundamental para estabelecer se o paciente está em condições para se submeter a um procedimento anestésico e cirúrgico. O maior objetivo da blefaroplastia é eliminar o excesso de pele e gordura ao redor dos olhos, que já começa a aparecer a partir dos 30 anos.

O grau de intensidade do excesso de gordura ou de pele vai depender, sobretudo, da qualidade do tecido de cada pessoa e de fatores genéticos e características familiares. Há casos mais graves em que a pele da pálpebra superior chega a cair por cima dos cílios, ficando quase à frente da pupila, prejudicando a visão.


  • Clínica Dr. Marcelo Jordão
  • Galileu Galilei, 1685
  • Ribeirão Preto, SP
  • 14020-620